Jovens simulam reunião tripartida

No dia 9 de maio teve lugar, na Escola Secundária Pedro Nunes, uma simulação de diálogo social tripartido sob a temática “Os jovens e o futuro do trabalho”.

Neste modelo, estudantes vestem a pele de “delegados”, assumindo os papéis dos Grupos do sistema tripartido da OIT – Governos, Empregadores e Trabalhadores – e debatendo questões de importância internacional. Jovens delegados e delegadas escrevem e proferem discursos, negoceiam com aliados e adversários, desenvolvem estratégias, resolvem conflitos e chegam a acordo sobre as conclusões.

Antes da simulação, os e as participantes estudam detalhadamente a estrutura e o funcionamento da Organização Internacional do Trabalho e dos seus órgãos e pesquisam os tópicos que serão abordados, bem como as posições do grupo de interesse que irão representar. Os tópicos de debate são retirados diretamente da agenda oficial da OIT e de assuntos atuais.

Neste caso, escolheu-se refletir sobre algumas das conclusões do Relatório da Comissão Global sobre o Futuro do Trabalho , criada pela OIT em 2017 no quadro do seu Centenário. O relatório da Comissão Global foi apresentado em janeiro deste ano, tendo os e as estudantes selecionado três temas principais para reflexão: igualdade de género, transição para o mercado de trabalho e tecnologia vs humanização.

Esta é a primeira vez que uma sessão deste género acontece junto das escolas secundárias, envolvendo um número significativo de participantes, nomeadamente, da Escola Secundária Pedro Nunes, que representou o governo; da Escola Secundária Camões, que teve o papel dos empregadores e da Escola Secundária Dom Pedro V, que assumiu o grupo dos trabalhadores.

A OIT-Lisboa e a Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT) pretendem com esta iniciativa envolver os jovens nestas temáticas, promovendo a análise e debate sobre o futuro do trabalho, e incentivando a capacidade de negociação nos jovens como ferramenta para a promoção do diálogo social.

Esta simulação contou também com a participação e envolvimento dos parceiros sociais, que abraçaram este desafio e investiram parte do seu tempo para estar com estes jovens, sensibilizando-os para a importância do diálogo social na prossecução do trabalho digno para todos.

O Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, fez o encerramento desta simulação de reunião tripartida.

Os alunos receberam no fim um certificado de participação, sendo que a declaração por eles elaborada será enviada para o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e para a sede da OIT em Genebra.

 

  • Da esquerda para a direita: Ângela Lopes (Diretora da Escola Secundária Camões), Mafalda Troncho (Diretora OIT-Lisboa), Rosário Andorinha (Diretora Esvola Secundária Pedro Nunes), Sandra Riberiro (Diretora-Geral da DGERT) e Amílcar dos Santos (Escola Secundária D. Pedro V). Foto: Beatriz Lorena
    Da esquerda para a direita: Ângela Lopes (Diretora da Escola Secundária Camões), Mafalda Troncho (Diretora OIT-Lisboa), Rosário Andorinha (Diretora Escola Secundária Pedro Nunes), Sandra Ribeiro (Diretora-Geral da DGERT) e Amílcar dos Santos (Escola Secundária D. Pedro V). Foto: Beatriz Lorena

Regiões e países abrangidos: Europa, Portugal

Fonte: OIT