Greves – Definição de Serviços Mínimos

Despacho Conjunto n.º 38/2019, de 16 de maio

Despacho Conjunto n.º 38/2019, de 16 de maio
Ministérios do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e da Saúde

O Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Atividades Diversas – STAD comunicou, mediante aviso prévio de greve, que os trabalhadores da empresa CLECE, S.A. afetos à prestação de serviços de limpeza no Hospital de S. João, no Porto, onde aquela empresa presta serviços, farão greve entre as 00h00 do dia 25 de maio e as 24h00 do dia 27 de maio de 2019. Continuar a ler

Despacho Conjunto n.º 36/2019, de 03 de maio

Despacho Conjunto n.º 36/2019, de 03 de maio
Ministérios do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e da Saúde

A FNSTFPS – Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais e o STAL – Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional comunicaram, mediante avisos prévios, que os trabalhadores abrangidos pelos respetivos âmbitos estatutários que exercem a sua atividade profissional em instituições particulares de solidariedade social, em estabelecimentos afetos à UMP – União das Misericórdias Portuguesas, às Santas Casas da Misericórdia mandatadas pela UMP (Alcácer do Sal, Azambuja, Boliqueime, Entroncamento, Estarreja, Guimarães, Lamego, Madalena, Maia, Mealhada, Mértola, Mogadouro, Montemor-o-Novo, Sabrosa, Salvaterra de Magos, Santarém, Seia, Sobral de Monte Agraço, Viana do Castelo, Vila Real de Santo António e Viseu) e à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, irão fazer greve no dia 10 de maio de 2019, durante todo o período de trabalho. Continuar a ler

Despacho Conjunto n.º 35/2019, de 30 de abril

Despacho Conjunto n.º 35/2019, de 30 de abril
Ministérios do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e da Saúde

A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais (FNSTFPS) comunicou, mediante aviso prévio, a todas as entidades públicas e privadas de prestação de cuidados de saúde, entre as quais o Hospital Beatriz Ângelo, que os trabalhadores ao seu serviço farão greve das 00:00 horas às 24:00 horas do dia 10 de maio de 2019. Continuar a ler

Despacho Conjunto n.º 32/2019, de 26 de abril

Despacho Conjunto n.º 32/2019, de 26 de abril
Ministérios do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e da Saúde

A FEPCES – Federação Portuguesa dos Sindicatos do Comércio, Escritórios e Serviços comunicou, através de aviso prévio de greve, que os trabalhadores por si representados farão greve das 00:00 horas às 24:00 horas do dia 1 de maio de 2019, em todas as entidades representadas pela APHP – Associação Portuguesa de Hospitalização Privada. Continuar a ler

Despacho Conjunto n.º 33/2019, de 26 de abril

Despacho Conjunto n.º 33/2019, de 26 de abril
Ministérios da Educação, do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e do Ambiente e da Transição Energética

O Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos do Norte (STRUN) comunicou, mediante aviso prévio dirigido à Associação Nacional de Transportes de Passageiros (ANTROP), que os trabalhadores das empresas do setor de transportes rodoviários de pesados de passageiros dos distritos de Aveiro, Vila Real, Bragança, Braga, Viana do Castelo e Porto, sendo que a referida greve terá lugar das 19h00 do dia 5 de maio até às 10h00 do dia seguinte e assim sucessivamente, tendo término às 10:00 do dia 19 de maio de 2019. Continuar a ler

Definição de Serviços Mínimos – Acordo

Acordo celebrado entre a ANTRAM – Associação Nacional de Transportes Públicos Rodoviarios de Mercadorias e o SNMMP – Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas para definição de serviços mínimos e dos meios necessários para os assegurar na greve que teve início às 0h00 do dia 15 de abril de 2019 e com a duração por tempo indeterminado naquelas empresas. Consulte a ata aqui.

Despacho Conjunto n.º 31/2019, de 15 de abril

Despacho Conjunto n.º 31/2019, de 15 de abril
Ministérios do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e do Ambiente e da Transição Energética

A Federação Intersindical das Indústrias Metalúrgicas, Químicas, Eléctricas, Farmacêuticas, Celulose, Papel, Gráfica, Imprensa, Energia e Minas – FIEQUIMETAL e o Sindicato da Indústria e Comércio Petrolífero – SICOP, comunicaram, mediante avisos prévios, que os trabalhadores da empresa PETROGAL, S. A. farão greve na Refinaria do Porto, Terminal de Leixões, Parque de Viana do Castelo, Parque da Perafita, Parque da Boa Nova e Parque do Real, das 06h00 do dia 22 de abril às 06h00 do dia 1 de maio de 2019. e das 14h00 às 18h00 do dia 26 de abril de 2019 nas instalações da PETROGAL na área de Lisboa. Continuar a ler

Despacho Conjunto n.º 30/2019, de 11 de abril

Despacho Conjunto n.º 30/2019, de 11 de abril
Ministérios do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e do Ambiente e da Transição Energética

O Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) comunicou, mediante aviso prévio, que os trabalhadores das empresas associadas da Associação Nacional de Transportes Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM), farão greve das 00h00 do dia 15 de abril de 2019 e por tempo indeterminado. Continuar a ler

Despacho Conjunto n.º 29/2019, de 08 de abril

Despacho Conjunto n.º 29/2019, de 08 de abril
Ministérios do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e da Saúde

A FESAHT – Federação dos Sindicato de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal comunicou, mediante aviso prévio, a todas as associações patronais da hotelaria, restauração, alimentação, bebidas, tabacos, agricultura, hospitalização privada, instituições particulares e de solidariedade social, ensino particular e cooperativo e outros serviços e sectores e demais entidades interessadas, que os trabalhadores por eles representados irão fazer greve no dia 11 de abril de 2019, durante todo o período de trabalho, nos termos definidos no respetivo aviso prévio, abrangendo, nomeadamente, os trabalhadores a desempenhar funções nas instituições representadas pela União das Misericórdias Portuguesas e nas Santas Casas da Misericórdia de Benavente, Entroncamento, Estarreja, Lamego, Maia, Mealhada, Mogadouro e Viseu, as quais mandataram a União das Misericórdias Portuguesa (UMP) para as representar na negociação da definição de serviços mínimos e dos meios necessários para os assegurar. Continuar a ler