Comvida

ComVida – Sistema de conciliação vida profissional, familiar e pessoal da DGERT

Com a adesão, em 2019, ao Pacto da Conciliação que integra o Programa 3 em Linha, a DGERT envolveu-se na implementação de um sistema de gestão da conciliação entre a vida profissional, vida familiar e vida pessoal cujos destinatários são os seus trabalhadores.

Esta iniciativa, para além se enquadrar nas politicas nacionais e europeias, nasce da forte convicção da DGERT de que o elemento imprescindível de uma organização são as pessoas que nele colaboram e que é fundamental a promoção da economia do bem-estar, contribuindo para a satisfação na realização das tarefas com consequente resultados ao nível da qualidade e produtividade do trabalho e que se traduzam, no final da cadeia, numa mais eficaz e eficiente relação com os nossos utentes.

Em 2020 a DGERT viu a candidatura ComVida – Sistema de conciliação vida profissional, familiar e pessoal da DGERT ao SAMA aprovada, cujo objetivo principal é implementar o sistema de gestão da conciliação e respetiva certificação.

O que é o ComVida?

O ComVida é um sistema de conciliação entre a vida profissional, familiar e pessoal para os trabalhadores da DGERT.

Este sistema tem um conjunto de objetivos e de medidas a implementar, com envolvimento dos trabalhadores da DGERT, no respeito dos instrumentos legais, assim como, ajustados às necessidades geracionais dos trabalhadores, com vista a facilitar o quotidiano laboral de quem trabalha nesta Direção-Geral e com reflexo nas outras dimensões de vida de cada um de nós.

Estamos apostados em continuar a criar as condições para que a DGERT seja um serviço público que é ‘bom para se trabalhar’!

Quais são os principais objetivos deste sistema de conciliação?

  • Valorizar os trabalhadores e o trabalho, criando condições para uma maior ’felicidade’ no local de trabalho;
  • Melhorar a organização e gestão pública, visando a melhoria da harmonização entre a vida profissional, vida familiar e vida pessoal dos trabalhadores;
  • Promover o bem-estar, designadamente através da criação de um ambiente de trabalho mais saudável;
  • Promover e informar sobre boas práticas de conciliação e melhoria de imagem corporativa.

São muitas e diversas as possibilidades de melhorarmos as condições em que se desenvolvem as tarefas profissionais, assim como, as que facilitam o equilíbrio entre o trabalho, a família e a individualidade.

A DGERT em conjunto com todas as partes interessadas na implementação do ComVida começou por colocar questões e encontrar respostas de modo a desenhar as medidas constituintes do programa que está em desenvolvimento. São diversas as medidas que já se identificaram. Algumas delas têm sido implementadas no quadro de pandemia por COVID-19. Outras, pelo mesmo motivo, serão implementadas de forma mais progressiva e à medida que não comprometam a saúde e segurança dos trabalhadores e seus familiares. Das medidas já implementadas destacamos a revisão do regulamento interno onde se prevê o recurso ao teletrabalho e à medida Digital Break.

O Teletrabalho é importante na conciliação?

Sim. A DGERT acredita que a promoção de um sistema integrado e organizado de flexibilidade de horários e de flexibilidade do espaço onde é prestado o trabalho, é uma das melhores maneiras de satisfazer as necessidades de conciliação entre as exigências profissionais e as responsabilidades familiares e pessoais da maioria dos trabalhadores, independentemente da sua idade.

Apesar de, no atual contexto pandémico, o teletrabalho estar a ser adotado também como medida de contenção do contágio, considera-se que em situação de normalidade  deve ser dada a oportunidade aos trabalhadores que assim o solicitem, de serem encontradas formas flexíveis de prestação laboral, em que possa ser utilizado o regime de teletrabalho, não só a tempo inteiro, mas também de forma parcial e/ou interpolada, desde que salvaguardadas as características e necessidades dos serviços.

O que é o Digital Break ?
Restringir o envio de emails e contatos telefónicos entre os superiores hierárquicos e trabalhadores/as, no período compreendido entre as 20.00h e as 08.00h, e durante os fins de semana, feriados e períodos de férias, exceto em casos de necessidade de tomadas de decisões inadiáveis ou urgências (previsíveis ou imprevisíveis), cujos termos e condições de aplicação devem ser previamente conhecidas.

Quais a vantagens das videoconferências?
As reuniões à distância inter-serviços da DGERT, assim como, com entidades externas reduzem o tempo gasto em deslocações e facilitam a gestão do tempo entre obrigações profissionais e obrigações familiares e pessoais.

O que é a política das luzes apagadas ?
Apagar das luzes na organização a partir das 20.00h, dando assim sinal de que, para a organização, os seus trabalhadores não devem permanecer no posto do trabalho para além daquela hora, excluindo casos excecionais e previamente acordado com o respetivo dirigente.

A gestão do espaço de trabalho individual é um fator de satisfação no trabalho?
Sim. Promover um ambiente de trabalho mais saudável, em que os trabalhadores se sintam confortáveis no seu posto de trabalho, que o possam sentir como um espaço que realmente é seu, como uma extensão da sua casa e não apenas como o local onde se trabalha.

As sessões de informação dirigidas aos trabalhadores são momentos de aproximação entre as pessoas?
Sim. Promover sessões de informação com base em temas sugeridos pelos trabalhadores que, após serem consensualizados, possam ser discutidos em formato de seminário ou workshop, eventualmente com a presença de peritos exteriores à DGERT, podem fomentar a aproximação entre as equipas e promover a discussão e criatividade dos grupos.

A conciliação implica a responsabilidade social com o ambiente?
Sem dúvida. A relação das pessoas com o espaço e com o meio tem toda a relevância para uma vida mais harmoniosa. No âmbito deste projeto pretende-se criar melhores condições para que sejam implementadas práticas sustentáveis, nomeadamente:

  • redução do consumo de papel através da promoção da utilização dos meios eletrónicos;
  • utilização de material preferencialmente reciclado ou reciclável (copos de papel) e consumos amigos do ambiente;
  • eliminação da utilização/compra de garrafas de plástico;
  • utilização de papel reciclado;
  • redução de lixo;
  • redução do consumo de energia.
Vão ser realizados protocolos com entidades prestadoras de serviços em áreas de proximidade?
Sim. Prevemos a realização de protocolos com entidades prestadoras de serviços (creches, lares, ginásios, seguradoras, serviços de lazer, entre outros) onde se possam estabelecer preços mais baixos para trabalhadores da DGERT.

O que é a “BOLSA DE TEMPO”?

A ideia consiste em permitir que os trabalhadores que o queiram possam dar até 7.00 horas do seu tempo de trabalho, por ano, para prestarem serviços, a título gratuito, a outros colegas da DGERT. Tais serviços poderão abarcar esclarecimentos sobre quaisquer matérias em que reconhecidamente tenham conhecimento, como elaboração de trabalhos manuais, partilha de receitas culinárias, entre outras.

Promover uma cultura pró-diversidade e pró- igualdade e de combate ao bullying e ao assédio moral e sexual é um fator importante num sistema de conciliação?
Sim. Aceitar as diferenças e repudiar a discriminação é um fator de proteção dos trabalhadores. Assim, é importante criar uma cultura de total intolerância a reações discriminatórias, de promoção da desigualdade seja qual for a motivação, a atitudes de bullying, assédio ou quaisquer outras que ponham em causa as liberdades e garantias de qualquer trabalhador, colaborador ou utente da DGERT.

Para além do manual anti assédio já existente na DGERT, deverá ser constituído formalmente um canal para receção de denuncias e ocorrência de situações irregulares com vista à sua correção imediata.

Estamos a desenvolver o trabalho conducente à certificação do nosso sistema de conciliação de acordo com a NP 4552:2016.

A Certificação será o culminar de um projeto que traduz o empenho e a crença que a DGERT têm de que a conciliação entre a vida profissional, familiar e pessoal é o caminho para uma melhor organização, para o bem-estar de quem nela trabalha e que contribui para o aumento dos níveis de felicidade.